top of page

Informativo Quinzenal

AS DORES DOS POLOS E AS ESTRATÉGIAS DE CRESCIMENTO

Atualizado: 18 de out. de 2022

Veja o resultado da pesquisa Hoper sobre a realidade e as demandas dos polos. Confira as estratégias para o crescimento do seu polo de educação a distância e se destaque da concorrência. Mesmo no cenário de mensalidades em queda é possível aumentar a sua receita 👇

[HOP] enquete webinar
.pdf
Download PDF • 1.07MB

São 17.299 os polos de educação a distância credenciados em 355 Instituições de Ensino Superior Privadas. Os dados são do Censo da Educação Superior do MEC, em 2020. Número este que já saltou para 35.000 polos no ano de 2022, no cálculo do Presidente da Associação Brasileira de Polos EAD, Bernardo Knabben. Chama atenção que a distribuição dos polos por IES acompanha o movimento de concentração de matrículas por grandes players, pois sua representação indica que 4% das IES detém de 251 a 500 polos cada uma delas; 8% 101 a 250 polos; 23% 11 a 100 polos; 32% de 02 a 10 polos; e 33% das IES com apenas 01 polo. Outro dado relevante é a média de alunos por polo das IES ofertantes, pois 75% delas possuíam 1280 alunos e 50% até 351 alunos, no ano de 2020.


Como se destacar no cenário altamente competitivo?

O cenário é de aperto para a maioria dos Polos de EaD no Brasil com uma realidade altamente competitiva: queda no preço das mensalidades e com polos entrantes que precisam consolidar a sua marca. Para as IES pequenas e médias a educação a distância é uma estratégia para aumentar sua base de alunos e aumentar seu faturamento. Para isto é preciso observar que há alguns fatores que a serem considerados para que esta parceria se torne uma formula de sucesso.

  1. Por onde começar a expansão e a implantação de polos: para quem está começando, ou ainda na fase de expansão, a dica é apostar nos municípios em que a marca da IES tem presença. A estratégia de defesa do território expandindo seus polos a partir de ondas é uma boa dica para você acertar na expansão.

  2. O polo é uma unidade de negócios: há uma curva de aprendizado do polo até ele alcançar seu break even. E, neste tempo de maturação – na média até o terceiro intake - é fundamental o apoio da IES Sede na compreensão do produto, dos processos, das tecnologias, das estratégias comerciais e do mercado em que atua. 1 PRESSE, Paulo. Área de Inteligência e Mercado da Hoper Educação. Setembro de 2022.

  3. Conhecimento do ambiente do negócio: qual o mercado em que atua, quais são os potenciais clientes, quais são os concorrentes, qual o tamanho do público que irá consumir os produtos, qual a localização e a infraestrutura são adequadas para a visibilidade do polo, mas principalmente da frequência do público-alvo. Conheça e invista nestes pontos.

  4. Relacionamento para marcar a presença da IES e do Polo: Já diz o dito popular, só é lembrado quem é visto, mas é muito melhor ser lembrado, do que apenas visto. O relacionamento do dono do polo no município e na sua região são fundamentais para consolidar uma marca entrante e sua consolidação a médio prazo. O polo, ao apostar no relacionamento com a comunidade por meio de eventos, de treinamentos, de ações comunitárias, de soluções para os problemas das organizações com projetos aplicados pelos cursos, de atividades de extensão traz soluções e geram uma relação duradoura de confiança.

  5. Marketing digital e marketing de varejo: a geração de leads é uma parceria da sede e do polo. A atuação do time comercial do polo atua com estratégias de varejo tradicional em que a compra se consolida com argumentos de localização, da infraestrutura e de promoções; e somadas ao marketing digital do polo e da Sede são importantes ações para a consolidação da marca na região em que está presente.

  6. A experiência tem que ser positiva: mais que dominar o produto e seus diferenciais para concretizar sua venda, polo e sede precisam propiciar uma experiencia positiva no aluno para despertar o desejo na comunidade. A experiência é da aprendizagem, mas é também dos serviços disponíveis. Esta fórmula é que irá oportunizar a permanência do aluno e gerar o boca a boca positivo da IES e do polo. E, o polo precisa de apoio na resolução das necessidades dos estudantes, pois a permanência advém da experiência de qualidade na sala de aula e nos serviços que ela disponibiliza.

  7. Novos produtos e novas receitas: o polo precisa de um portfólio de produtos para alcançar maior volume de clientes. Cursos técnicos profissionalizantes, graduações online e híbridas, pós-graduação e cursos livres são alternativas que devem ser discutidas com os parceiros para gerar novas receitas. Afinal, tem que ter produto na prateleira de acordo com as demandas locais apontadas pela comunidade.

  8. Gerar conteúdo para as redes sociais: mais que acompanhar as redes sociais dos polos para preservar a identidade da marca. O relacionamento em redes sociais é uma estratégia vencedora para os polos. Então, a dica para as IES é gerar conteúdos com vídeos curtos, webinários e depoimentos de professores e alunos para gerar engajamento.

A escuta do polo e o apoio que ele precisa

Se o polo e a tela do computador são para o aluno a Instituição de Ensino que ele escolheu para estudar, então a IES precisa escutar quais são as principais dores dos polos e apresentar soluções para o seu dia a dia.


Durante o Webinar da Hoper transmitido no dia 05 de outubro de 2022, com 446 participantes, foi aplicada uma enquete criada pela Associação Brasileira de Polos (AB Polos), 266 participantes responderam sobre quais as necessidades dos polos e o que precisam ser aportados pela IES para seu crescimento e consolidação. Acompanhe, o resultado da enquete, que indica quais as questões que são relevantes para a melhorias das ações dos polos e a presença de sua IES nos municípios e região. Polo é parceiro e com escuta e parceria o êxito para todos, IES e polo, é mais rápido.


Resultado da pesquisa Hoper e AB Polos


Como criar identidade e fazer o polo crescer

Já pensou em ser qualificado por seu aluno como uma IES que traz a melhor experiência no polo. A dica é educação permanente, produtos aderentes e a melhor experiência do estudante. Polo e Sede em parceria olhando os cenários do mercado e buscando soluções são a dica para o sucesso de implantação e consolidação. Entre em contato com a Hoper para tirar dúvidas e construir os caminhos para esta nova oportunidade para a sua IES.




Jucimara Roesler

Consultora da Hoper Educação



Bernardo Knabben

Presidente da Associação Brasileira de Polos EAD



Décio Lima

Presidente do i9Grupo






 

ATENÇÃO: Não é permitida a reprodução integral do conteúdo acima. A reprodução parcial é permitida apenas na forma de citação e com link para o conteúdo na íntegra. Plágio é crime (Lei 9610/98).

 

1.140 visualizações

Leia Mais

bottom of page