GESTÃO INTERINA (GI) HOPER EDUCAÇÃO

A Gestão Interina Hoper apoia sua IES em demandas institucionais, com o principal objetivo de resgatar o equilíbrio financeiro e operacional do negócio.

Nossa experiência de décadas em gestão especializada no segmento educacional, permite:

Revisão das estratégias organizacionais

Restabelecimento da integridade dos processos institucionais

Visibilidade frente ao mercado.

A gestão interina é um modelo de atuação onde uma equipe de gestores interinos e consultores, são alocados para atuar na gestão da Instituição por um período predeterminado.

Trata-se de um modelo de atuação que tem como prerrogativa a autonomia, sempre chancelada junto aos sócios e proprietários da IES via Conselho Consultivo/Administrativo. É por meio deste conselho que os sócios mantém sua influência na definição das macro diretrizes institucionais, além de garantir a manutenção dos princípios e valores dos fundadores.

reunião

ESTA SOLUÇÃO É INDICADA SE SUA IES:

  • Está apresentando graves problemas financeiros;

  • Tem crises societárias e sucessórias;

  • Passa por problemas na gestão de pessoas e estrutura organizacional;

  • Se mostra estagnada, sem perspectiva de crescimento;

  • Possui sócios com dúvidas e ou tem receios da operacionalização do negócio educacional durante pandemia.

​​​​A GI HOPER PODE AJUDÁ-LO COM:

  • Objetividade – Livres de restrições culturais e da atual política corporativa, os gestores e consultores Hoper trazem uma perspectiva isenta, concentrando-se no core business da IES.

  • Independência – Sendo independente, a consultoria contribui de forma íntegra e honesta, sem representar uma ameaça para a equipe de gestão existente.

  • Foco – De imediato é realizado um diagnóstico dos problemas da IES, e com base nele, se inicia o processo para a reestruturação do negócio, sem perda de tempo.

  • Experiência – O gestor e os consultores que integram um projeto de GI apresentam ampla experiência no segmento. Faz parte do perfil desses profissionais a disposição para lidar com os desafios inerentes ao processo de reestruturação.

  • Custo benefício – O gestor e consultores interinos não são funcionários da empresa, mas parceiros. Sendo assim, os custos da permanência desses profissionais na IES serão menores do que o de um profissional efetivo. Além disso, neste modelo é dispensado o treinamento ao profissional que adentrará à IES, ficando já a cargo da contratada tal investimento.

  • ROI – O time Hoper agrega valor utilizando habilidades e conhecimentos para produzir resultados, soluções e serviços que mitiguem riscos e proporcionem um ROI significativo e mensurável aos contratantes.

​​COMO FUNCIONA:

A gestão interina tem um tempo determinado para acontecer e segue basicamente o seguinte fluxo:

  1. Entrada de profissional e consultores;

  2. Diagnóstico da IES;

  3. Proposta de reestruturação;

  4. Implementação do projeto;

  5. Treinamento dos profissionais ao longo do tempo para retomar a gestão sem a consultoria;

  6. Retorno da gestão para os Sócios;

  7. O trabalho se encerra com o cumprimento dos objetivo previstos no primeiro ano do projeto e com a certeza de que os processos implementados poderão seguir por conta própria;

  8. Se for de interesse do contratante é possível a recontratação para um tempo maior que os habituais 5 anos de projeto.

Business Meeting