Quarentena obriga a reinvenção digital

Quarentena obriga a reinvenção digital da sala de aula

Jucimara Roesler e Jeferson Pandolfo

25.MAR.2020

Você e sua escola ou faculdade não estão sozinhos na corrida contra o tempo para seguir com o calendário letivo e atender alunos e professores nas atividades de aprendizagem e de ensino durante a quarentena provocada pelo Coronavírus Covid-19.

A única possibilidade para não interromper o calendário letivo é o uso imediato de plataformas online, conteúdos digitais, metodologia de Educação a Distância, e que os alunos e professores tenham dispositivos conectados à internet. 

 

Em todos os países há mais de 1 bilhão de crianças, adolescentes e jovens sem aula. No Brasil, perto de 40 milhões ainda sem um atendimento online regular. Veja, então, neste artigo, um passo a passo de como fazer: 

  1. O contexto da migração obrigatória para o digital. 

  2. Plataformas online para uso imediato. 

  3. Ferramentas para transmissão de conteúdos. 

  4. Conteúdos gratuitos para usar nos ambientes virtuais de aprendizagem. 

  5. Para os professores melhorarem a performance online. 

  6. Conteúdos transversais, de caráter complementar cultural. 

  7. Recursos Educacionais Abertos – REA. 

 

1 - O Contexto da Mudança Obrigatória para o Digital 

A pandemia causada pelo Coronavírus e as medidas protetivas com o isolamento social tornaram o mundo online. As mais diferentes organizações estão mobilizando uma série de ações para manter o relacionamento com seus clientes e fornecedores de forma remota, além de solidarizar-se com a emergência do momento, incentivando as pessoas a ficar em casa. E, rapidamente, disponibilizando seus produtos e serviços muitas vezes de forma gratuita. 

A educação vive desde a década de 1990 uma transição de práticas tradicionais para práticas online. Em apenas 30 anos milhões de alunos já obtiveram sua diplomação por meio da educação a distância. Neste momento em todo o mundo, em escala até então não imaginadas, estudantes estão imersos na continuidade dos seus estudos acessando aulas e atividades online. Os professores, que até então preservavam práticas tradicionais estão tendo que dominar tecnologias digitais para "ministrar suas aulas" de forma remota, a decisão veio em boa hora: a reinvenção da sala de aula. 

O preconceito em relação à qualidade do ensino-aprendizagem online já caiu por terra. Em 2012 o Departamento de Educação do Governo dos Estados Unidos publicou uma meta-análise mostrando que escolas da Educação Básica, da Educação Profissional, Academias Militares, e Colleges que tinham adotado o uso de estratégias de aprendizagem online complementando o Ensino Presencial, estavam subindo no ranking de qualidade. 

 

E, no Brasil, os resultados da última rodada do ENADE mostraram que os alunos egressos da Educação a Distância estão obtendo resultados no empate técnico com os colegas da Educação Presencial, nos mesmos cursos avaliados. 

Urgência é uma constante na Educação 

Não é fato novo que o professor se depara com urgências, como afirma Perrenoud em 2001. Para ele, a urgência refere-se à necessidade de compreender a dinâmica de um sistema complexo, no qual o professor tem que agir, tomar decisões e fazer encaminhamentos, cujos resultados são marcados por incertezas. 

Neste cenário de urgência e para auxiliar as Instituições educacionais nesta transição e reinvenção emergencial, elencamos um rol de tecnologias que podem ser utilizadas pelos professores e alunos. É importante frisar que a escolha da tecnologia está sempre associada aos objetivos de aprendizagem. 

A organização das aulas já foi planejada no calendário escolar de cada instituição, por isso é preciso manter a tranquilidade pedagógica, conhecer as tecnologias e emergir neste novo mundo. Vamos lá? 

2 - Plataformas Online: LMS - Learning Management System ou Ambientes Virtuais de Aprendizagem. 

Os ambientes virtuais de aprendizagem são plataformas que permitem organizar as "salas virtuais" e criar cursos online. É importante e urgente que a sua escola ou Instituição de Ensino Superior escolha uma ferramenta e coloque em operação. Escolha a que você ou seus funcionários tiverem a maior facilidade de uso neste momento. Não perca tempo. 

Estas Plataformas dispõem de ferramentas de comunicação para postar avisos, criar debates e discussões por meio de fóruns, enviar mensagens, calendários para a gestão das atividades; ferramentas de gestão de conteúdos para a criação e incorporação de novos conteúdos, de tarefas e atividades para a avaliação dos estudantes; ferramentas de gestão da aprendizagem; relatórios para acompanhar a evolução e estatística dos estudantes. 

De forma gratuita se destacam as seguintes plataformas: 

Moodle: é o mais popular do mundo, facilmente integrado aos sistemas acadêmicos das instituições de ensino e que permite a criação de cursos "on-line", páginas de disciplinas, grupos de trabalho e comunidades de aprendizagem. 

Brightspace(D2L): Oferece 3 meses de gratuidade no Pacote Care de Início Rápido. Trata-se de um ambiente virtual de múltiplos recursos para criação de turmas e gestão de cursos online para educação básica e superior. Oferece também para o mercado corporativo ferramentas para desenvolvimento profissional. 

Possui ferramentas de criação de conteúdos e conceito "Mobile First", com experiência responsiva em qualquer dispositivo. Com uma vasta gama de relatórios e painéis para verificar o progresso dos estudantes, é possível realizar a predição de sucesso, o que é muito útil para ações de retenção dos alunos. 

Caderno de notas e mensagens automáticas, que permitem a tutoria automatizada por meio de seus agentes inteligentes, são diferenciais que os professores vão adorar. Além disto, vem preparada integralmente para a educação baseada por competências, com liberação condicional de módulos e caminhos alternativos de ensino. Suas ferramentas de vídeo, com webcasting e salas de aula virtuais, servem tanto para prover conteúdos quanto para dar feedbacks personalizados e para compartilhar vídeos e realizar sessões de aulas gravadas ou ao vivo. 

Conta Canvas Gratuita para Professores: A Instructure disponibiliza uma conta gratuita de sua reconhecida plataforma de gestão de aprendizagem - Canvas que contempla as principais funções da ferramenta, mesmo que a instituição não seja um cliente. 

Com esta conta é possível construir e importar cursos, dispor de recursos para criação de fóruns, tarefas e questionários, assim como um boletim para gerenciamento de notas. 

É possível criar estratégias para o ensino adaptativo e personalizado com a função Caminhos de Domínio e também utilizar os excelentes aplicativos móveis do professor e do aluno desenvolvidos para Android e iOS. Tudo rodando na nuvem 24h por dia! 

Nutror: completo ecossistema de gestão de cursos e meios de pagamentos, onde é possível organizar os conteúdos no formato do NetFlix, com navegação intuitiva, organizando os conteúdos em módulos, permitindo a escolha da data e da hora de liberação de cada conteúdo. 

Possui relatórios gerenciais, programas de afiliados e possibilidade de cobrança de mensalidades ou conteúdos por meio de recorrência e split bancário. 

Chamilo: plataforma open source, que permite a criação de turmas e a realização de fóruns e chats e é facilmente integrada com os sistemas acadêmicos. Oferece um conector para sistemas de videoconferência como BigBlueButton ou o OpenMetings. 

Atutor: é um LMS usado para desenvolver e gerenciar cursos on-line, com a possibilidade de gamificar atividades e armazenar arquivos, além de contar com mais de 20 funcionalidades gratuitas entre: blog, redes sociais, notícias, anúncios, pesquisas, editor de vídeos, repositórios de conteúdos e demais ferramentas de comunicação. 

3. Ferramentas para transmissão de conteúdos ou interações 

Existem muitas ferramentas para que o professor possa transmitir as aulas seja com hora marcada ou não. Por meio destas te 

Google Meet: permite a realização de videoconferência ao vivo, inclusive com o compartilhamento de tela. Para clientes do G-Suite também é possível gravar a sessão e disponibilizar para os alunos. 

Sambatech: Liberou de forma gratuita para uso governamental. Seu sistema de transmissão de aulas ao vivo ativa a interatividade entre professores e alunos. Além disso, disponibiliza hospedagem e distribuição de vídeo aulas para educação a distância. Dispõe de tecnologia ABR para garantir a entrega em tablets, celulares, computadores. 

Skype: famosa plataforma para a realização de videoconferências, permite mudar o foco do cenário, inserir apresentações. É possível gravar a sessão. 

Youtube Studio: permite a realização de videoconferências ao vivo, com interação com os alunos por meio de chat. Facilmente integrado ao OBS, possibilitando a transmissão com mais de um apresentador. 

OBS: é um software livre de código aberto para a gravação de vídeos e realização de vídeo aulas em tempo real, que suporta todas as plataformas de transmissão. 

Google Classroom + Sistema acadêmico. As instituições de ensino que possuem um sistema acadêmico com o registro dos seus alunos. Muitas vezes, estes sistemas acadêmicos permitem que o professor insira o material de suas aulas. 

Uma maneira fácil e prática para conseguir desenvolver as aulas, é utilizar o sistema acadêmico para colocar o material de aula, que é acessado pelo Portal do Aluno, e utilizar uma ferramenta auxiliar que possa ser integrada facilmente ou utilizada de maneira complementar, como Google Classroom. 

Screencastify é uma extensão do chrome que permite gravar a tela, para apresentar, explicar ou orientar os alunos nas tarefas que deve ser realizadas. Pode ser utilizado para na resolução de tarefas individuais ou em grupos. O programa também pode ser instalado no computador, permitindo a edição dos vídeos criados. 

 

Loom: é uma extensão do Chrome que permite a gravação screencast com a tela inteira, só a tela ou só a câmera. A versão gratuita vem com o limite de 100 vídeos, mas sem limite de tempo desses vídeos 

Hangout: permite a realização de videoconferência ou chat ao vivo. Está integrado a agenda do telefone. Porém, as sessões não são gravadas. 

Big Blue Button: é um sistema de conferência web de código aberto para a aprendizagem online e que pode ser facilmente integrado ao Moodle. 

Facebook: possui uma extensão que possibilita realizar webinars com o compartilhamento de arquivos, com a vantagem de gravar automaticamente a sessão. Permite a criação de grupos e o acesso somente daqueles que forem autorizados, funcionando de maneira privada para os alunos das turmas criadas. 

Instagram: permite a realização de vídeos, com a possibilidade de convidar mais de uma pessoa para realizar a apresentação, funcionando também como estratégia de engajamento dos estudantes. Sua funcionalidade de IGTV permite a criação de vídeos mais longos e que ficam armazenados em uma aba específica do perfil criado, facilitando o acesso e visualização. 

Zoom Cloud Meetings é um aplicativo gratuito para Android e iPhone (iOS). Com ele, é possível fazer conferências por vídeo com uma ou mais pessoas - até 25 pessoas conectadas ao mesmo tempo. O ZOOM Cloud Meetings é um aplicativo fundamental para quem precisa fazer vídeo reuniões no Android ou iOS. 

4. Conteúdos gratuitos para usar nos ambientes virtuais de aprendizagem 

Os objetivos de aprendizagem precisam ser cumpridos conforme a programação da disciplina prevista nos projetos pedagógicos. Portanto, tanto os conteúdos gerados pelos próprios professores, com a ajuda de empresas terceirizadas, com recursos de aprendizagem aberta ou os MOOCs a uma gama de opções a serem utilizadas pelos professores nas suas aulas online em cursos presenciais ou cursos a distância. 

 

Delinea: Disponibilizará gratuitamente webinars auxiliando as Instituições de Ensino e as Escolas na maratona de transformação do modelo presencial para o modelo online. Para os clientes da Plataforma Deduca irá ampliar o número de usuários, sem custos adicionais. 

 

Portfólio Digital da VG Educacional: Cederá gratuitamente licenças da plataforma Bulb, até 31 de julho de 2020. Bulb é o ambiente em que o professor poderá produzir, selecionar e distribuir os conteúdos como suporte às aulas. 

 

Bulb é uma solução completa para aprendizado remoto e pode ser acessado em qualquer lugar, a qualquer hora, em qualquer dispositivo habilitado para a internet, seja ele iOS ou Android. Bulb também integra com as ferramentas educacionais do Google e da Microsoft, além dos mais populares ambientes virtuais de aprendizagem, tais como Canvas, BlackBoard, Moodle e D2L. Para ter acesso basta preencher o formulário até 31 de março em: https://forms.gle/qy8nW7swqp11Nvrw7 

 

Além do Portfólio Digital, a VG disponibilizará gratuitamente seu Banco de Questões padrão ENADE de 150 disciplinas de seu catálogo de disciplinas. Basta enviar e-mail para: bancodequestoes@vgeducacional.com.br. 

 

DTCOM - Soluções em Educação, Tecnologia e Comunicação: Está cedendo gratuitamente seu acervo de mais de 6 mil aulas para professores de ensino superior prepararem suas aulas online. Para ter acesso basta fazer o cadastro em sua plataforma WayCO disponível no site da empresa. 

Algetec, está disponibilizando gratuitamente todos laboratórios virtuais para instituições que estejam encaminhando alunos para atividades online. O prazo para utilização será inicialmente de 60 dias, sem qualquer obrigação de renovação. 

Grupo A: nos próximos 30 dias os conteúdos Sagah foram amplamente liberados aos clientes da empresa. São conteúdos para ensino superior e podem ser utilizados como apoio às atividades do ensino presencial ou mesmo como solução para os professores ministrarem suas aulas por ferramentas de WebConferência. 

Rede Enem - Aulas e Simulados para a Educação Básica. Colocou em disponibilidade para livre acesso para professores, escolas e alunos mais de cinco mil conteúdos já prontos, para uso online imediato. 

 

Os conteúdos da Rede Enem estão nos seguintes canais: 

  1. Aulas Online 

  2. Curso Enem Gratuito 

  3. Apostilas Enem 2020 

  4. Listas de Exercícios 

  5. Plano de Estudos Extensivo do Enem 

  6. Conteúdos por Disciplina 

  7. Fanpage Rede Enem 

  8. Fanpage Curso Enem Gratuito 

A Rede Enem está em operação desde 2013, com estúdios na cidade de Florianópolis, em Santa Catarina. A audiência no último ano foi de 25,3 milhões de usuários, com mais de 60 milhões de aulas assistidas ou atividades gratuitas realizadas. O Curso Enem Gratuito tem 321 mil alunos, de todo o país. 

5. Para os professores melhorarem a performance online 

Considerando os “tempos” e as métricas das aulas do ensino presencial, recomenda-se a utilização das metodologias ativas, em especial a sala de aula invertida. Para esta prática gerar maior engajamento e participação dos estudantes diversos aplicativos e softwares livres podem ser utilizados para incrementar as atividades online. 

Kahoot: é uma plataforma de aprendizado gamificada que permite a criação de testes de múltipla escolha e pode ser acessada por meio de um navegador da Web ou do aplicativo específico. De fácil utilização, contribui para o engajamento dos alunos. 

Quizizz: é uma alternativa ao Kahoot e conta com um banco de atividades imenso, criado por professores e alunos, revisando e praticando todo tipo de conteúdo. Os jogos podem ser passados como dever de casa para suas turmas ou como jogos de prática. 

Mentimeter: permite a criação de questionários online para realizar pesquisas e apresentações, com rápida e fácil análise e comparação dos resultados. 

MindMup: é uma excelente ferramenta para a criação e o compartilhamento de mapas mentais e que pode ser construído de maneira colaborativa. Outra ferramenta de fácil utilização para a criação de mapas mentais é o Coogle . Ambas integradas ao google. 

Jamboard: funciona com um quadro branco, onde é possível fazer anotações e escrever como uma lousa, compartilhando com os alunos, ou integrando facilmente com as demais ferramentas do Google. 

Miro: possui as funcionalidade de um quadro branco, funcionando de maneira colaborativa e on- line, que permite reunir professores e alunos na construção de conteúdos. 

Fluany: é uma extensão do Chrome para memorizar e estudar qualquer coisa, rápido e fácil enquanto professores e alunos navegam na Internet. Baixe a extensão e prepare a sua lista de perguntas e respostas. Pode ser de qualquer disciplina. O modelo é perguntas simples e respostas objetivas, como as respostas simples do google formulário . 

EdPuzzle: é uma plataforma que permite a criação de vídeos ou a edição de vídeos prontos, (que podem ser os livres do youtube) e transforma em aulas. Nele é possível colocar informações, perguntas ou imagens. 

Flipgrid: nele é possível criar atividades e os alunos respondem a estas questões através de vídeos criados pela própria plataforma, mantendo uma comunidade fechada e evitando expor a imagem dos alunos em outras redes sociais. Você pode manter os vídeos moderados, ou permitir que os alunos respondam uns aos outros, mantendo a interação mesmo com cada aluno em sua casa. 

Canva. é uma plataforma de design gráfico que permite aos usuários criar gráficos de mídia social, apresentações, pôsteres e outros conteúdos visuais. Está disponível online e em dispositivos móveis e integra milhões de imagens, fontes, modelos e ilustrações. 

Padlet: funciona como um grande mural, que permite a colaboração com outros usuários, fornecendo textos, fotos, links e outros conteúdos. Outro aplicativo com funcionalidade bastante semelhante é o Mural. 

Edmodo: é um aplicativo que cria um ponto de encontro online para professores e estudantes, onde ambas as partes podem se conectar e colaborar uma com a outra, permitindo a resolução e entrega de exames práticos, trabalho de casa e outras tarefas. 

Scratch: permite a criação de jogos, estórias e animações. Ideal para ser utilizado pelos estudantes para a criação de conteúdos e atividades. 

Anchor: é uma poderosa ferramenta de criação de PodCast, além da ferramenta do Google PodCast. 

Kaizena: trata-se de uma plataforma multiuso, com feedback por meio de vídeo e voz, onde é possível realizar mais de dez práticas de ensino. 

Google Sites: ideal para a criação de sites de maneira muito fácil, com a possibilidade de colaboração e envolvimento dos estudantes. 

Google Docs: permite a criação de conteúdos de forma colaborativa. Uma atividade pode ser criada em grupos de professores e alunos. Excelente ferramenta para construir textos, apresentações, planilhas e formulários. 

Telegram: com ele é possível criar grupos ou canais (públicos ou privados), onde os conteúdos, informações e vídeos podem ser compartilhados de maneira que, independente do momento que estudante entrar no grupo, consegue visualizar as mensagens antigas. 

6. Conteúdos transversais, de caráter complementar cultural ou complementar 

Nos currículos da educação básica e do ensino superior estão previsto conteúdos transversais que precisam ser trabalhados para cumprir os objetivos de aprendizagem e a formação dos estudantes. Existe uma gama de recursos disponíveis que os professores podem utilizar para dinamizar as aulas. Confira abaixo: 

TED: são mais 1.700 vídeos com palestras e aulas educacionais e motivacionais, com os melhores professores, profissionais, pesquisadores de diferentes áreas do conhecimento. 

Museus do mundo: é um site mantido pelo Google em colaboração com museus espalhados por diversos países. Utilizando tecnologia do Street View, o site oferece visitas virtuais gratuitas a algumas das maiores galerias de arte do mundo 

Microsoft: a empresa que nasceu construindo sistemas operacionais disponibiliza cursos gratuitos para quem deseja aprender a programar. 

Udemy: plataforma com mais de 490 cursos gratuitos de diferentes instituições de vários países do mundo. 

Faber Castell: liberou o acesso gratuito a todos os cursos de sua plataforma online, com diversas opções para estimular a criatividade, para adultos e crianças, como desenho, lettering, narrativa, composição, desenvolvimento de personagens, entre outros. 

Endeavor: organização global sem fins lucrativos para desenvolver o empreendedorismo que possui uma plataforma de cursos gratuitos na área de gestão, vendas e inovação. 

Sebrae: O Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas é uma entidade privada de serviço social, sem fins lucrativos, que objetiva a capacitação e a promoção do desenvolvimento econômico e competitividade de micro e pequenas empresas, estimulando o empreendedorismo no país e disponibiliza cursos e jogos gratuitos. 

Senai: O Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial é um dos cinco maiores complexos de educação profissional do mundo e o maior da América Latina. Possui vários cursos gratuitos na área de Logística, Meio Ambiente, Segurança do Trabalho, Tecnologias da Informação, Metrologia e Lógica de Programação, entre outros. 

Code Iot: é um curso completo sobre Internet da Coisas, onde se aprende a programar jogos e animações, montar circuitos eletrônicos, criar aplicativos para dispositivos móveis e desenvolver objetos inteligentes. 

Albert Einstein: desenvolve cursos com base em toda sua expertise na área da saúde e oferta 164 cursos online, de fácil acesso sobre diferentes temas na área. 

Universidade de São Paulo (USP) é uma das mais importantes instituições de ensino superior e pesquisa do Brasil, reconhecida por sua busca pela excelência no ensino e na pesquisa, e por sua contribuição para o avanço da ciência e da tecnologia, disponibilizou 16 cursos gratuitos em seu site. 

Harvard: fundada em 1636, é a instituição mais antiga de ensino superior dos Estados Unidos, dedicada à excelência no ensino, aprendizagem e pesquisa, e ao desenvolvimento de líderes em muitas disciplinas que fazem a diferença globalmente, possui 146 cursos que são ofertados de maneira gratuita. 

Stanford: é uma das instituições mais prestigiadas do mundo, com a maior seletividade de graduação e a posição de primeira colocada em várias pesquisas e medições no país, oferta 36 cursos gratuitos. 

Alison: a plataforma possui os impressionantes números de 14 milhões de alunos atendidos em mais de mil cursos gratuitos, ofertados por instituições de 195 países. 

6. Recursos Educacionais Abertos - REAs 

Os REAs são materiais de ensino, aprendizado e pesquisa disponíveis e para uso gratuito e que estão sob domínio público ou são licenciados de maneira aberta. Ou seja, muitos cursos, games, livros, vídeos, objetos de aprendizagem, e tantos outros recursos disponíveis para suas aulas. Veja alguns deles: 

Educação conectada: reúne recursos digitais dos principais portais de conteúdo do MEC e parceiros, com inúmeros recursos educacionais digitais, onde os usuários poderão manter coleções, curtir e compartilhar conteúdos e trocar experiências com outros usuários da comunidade educativa. 

Aprendizagem aberta: trata-se da compilação de uma série de projetos e repositórios de Recursos Educacionais Abertos encontrados no Brasil e no Mundo, especialmente aqueles com políticas de licenciamento abertos, unificados e compatíveis com a definição de REAs. 

Educação Aberta: reúne produções e projetos da Cátedra UNESCO em Educação Aberta e do Instituto Educadigital, que promovem a temática de Recursos Educacionais Abertos no Brasil. Os conteúdos envolvem pesquisa acadêmica, publicações, produção de recursos e repositórios, bem como formação presencial e a distância, desenvolvidos desde 2007. 

Plataforma Integrado: reúne e disponibiliza, em um único lugar, os Recursos Educacionais Digitais dos principais portais do Brasil, com o objetivo de melhorar a experiência de busca desses recursos. 

Rived: é um programa da Secretaria de Educação a Distância - SEED, que tem por objetivo a produção de conteúdos pedagógicos digitais, na forma de objetos de aprendizagem. Tais conteúdos primam por estimular o raciocínio e o pensamento crítico dos estudantes, associando o potencial da informática às novas abordagens pedagógicas. 

O objetivo deste texto foi apresentar às escolas, faculdades e professores várias opções de tecnologias, conteúdos e recursos que podem ser utilizados gratuitamente neste momento de reinvenção da sala de aula. 

 

O importante é que os dirigentes de escolas e instituições de ensino superior entendam que existem parceiros prontos para ajudar neste momento de transição emergencial, e que o professor ao organizar suas "aulas" online tenha presente que há uma proposta e uma metodologia pedagógica que norteiam suas decisões, e os materiais de estudos e tecnologias são importantes instrumentos para cumprir os objetivos educacionais. Nada de pânico, é hora de se reinventar e colocar práticas inovadoras na educação. E, principalmente, cumprir com os contratos realizados com seus alunos, a entrega do serviço precisa ser garantida. 

 

Quaisquer informações adicionais estamos a disposição para esclarecer e ajudar. Conte conosco! 

JUCIMARA ROESLER | Doutora em Comunicação Social pela PUC-RS, e Dirigente Educacional com foco em Educação a Distância. Membro do Comitê Científico ABED. E-mail: jucimararoesler@hotmail.com 

JEFERSON PANDOLFO | Mestre em Novas Tecnologias Digitais na Educação pela Unicarioca, e Diretor de Soluções Educacionais na Universidade Candido Mendes. E-mail: jpandolfo@hotmail.com

  • Facebook Clean Grey
  • YouTube Clean Grey
  • Twitter Clean Grey
  • LinkedIn Clean Grey
RSS Feed

+55 45 3026 0100   hoper@hoper.com.br

FOZ DO IGUAÇU

Avenida República Argentina, 3370 - Sala 03 - Jd. Panorama - 85856 578 - Foz do Iguaçu - PR - Brasil

BRASÍLIA

SHN Qd. 01, Bl. "F"- Entrada "A", Conj. "A", Edifício Vision Work & Live - 10º andar - Sala 1003 - 70701-060 - Asa Norte -  Brasília - DF - Brasil (agende seu horário pelo telefone 45 3026.0125)

 

Copyright © 2014 HOPER EDUCAÇÃO. Todos os direitos reservados.

hoper, analize, ssa, sagah, portal, universitario, consultoria, indicadores, solucao, aprendizagem, assessoria, gestao, academica, educacao, educacionais