Candidatos do Enem preferem adiar as provas para maio de 2021

Candidatos do Enem preferem adiar as provas para maio de 2021

Pesquisa Hoper Educação

18.JUN.2020

Pesquisa realizada pela Hoper Educação e pelo Curso Enem Gratuito revelou também a preferência da prova em dois finais de semana seguidos, e não uma única prova mais simples.

Para os candidatos inscritos no Exame Nacional do Ensino Médio de 2020 a opinião a favor de adiar a prova para maio de 2021, com 180 dias de diferença em relação à data original, foi apontada por 47% dos participantes. O adiamento de 60 dias, com provas previstas para janeiro de 2021, foi apontado por 31,9% dos participantes da pesquisa. 

A maioria absoluta das respostas, somadas as opções para as provas em maio ou janeiro, resulta em que 78,9% dos candidatos preferem mesmo fazer as provas no ano que vem. Apenas 21,1% optaram por realizar as provas começando em dezembro.

Candidatos preferem provas em dois finais de semana

A pesquisa da Hoper e do Curso Enem Gratuito ouviu ainda os candidatos sobre a melhor forma de realizar as provas. Nas alternativas estavam:

  • Manter o formato atual, em dois finais de semana alternados, com provas completas; 

  • Realizar as provas com menos questões em um único dia; 

  • Ou aplicar o Enem na estrutura antiga, com provas completas no sábado e no domingo, num mesmo final de semana.

O resultado da pesquisa mostrou que 51,6% dos candidatos se manifestaram por realizar em dois finais de semana, sendo que 33,9% indicaram a preferência por um único dia de provas, com menos questões. Em terceiro lugar ficou a alternativa de provas no sábado e no domingo, num único final de semana, com 14,5% das respostas. 
 

A pesquisa foi aplicada com metodologia científica definida pelo setor de Estudos de Mercado da Hoper Educação, e teve como público-alvo 106 mil alunos matriculados no Curso Enem Gratuito de 2020. Foram coletadas 1.076 respostas, conferindo intervalo de confiança de 95% erro amostral de 3%, para os resultados.
 

Maioria dos inscritos já concluiu o Ensino Médio
 

O perfil dos participantes do Enem e que estão matriculados no Curso Enem Gratuito mostrou que, na média, eles têm 21 anos de idade, sendo que 55% deles já concluíram o Ensino Médio em anos anteriores. Nesse ano de 2020 os concluintes do Ensino Médio responderam por 34,6% da amostra que participou da pesquisa, enquanto 9,9% se declararam como “treineiros”, que vão concluir o Ensino Médio após 2020.
 

O diretor da Rede Enem, professor João Vianney, que oferece o Curso Enem Gratuito, entende que a manifestação dos candidatos aferida na pesquisa é válida e mostra maturidade. A maioria dos participantes é de Escolas Públicas, e só agora é que a maioria das Secretarias Estaduais de Educação está encontrando as maneiras de ofertar o Ensino Médio Online. 
 

Provas poderia ser em março ou abril
 

Com isto, avalia Vianney, o ano letivo deve terminar mesmo só em janeiro ou fevereiro de 2021. Neste caso, considera o professor, não seria de todo descartada a hipótese do Enem poder ser aplicado em março ou abril, sem esperar para o mês de maio. 
 

Mas, Vianney adverte que tudo depende das condições sanitárias ao longo do segundo semestre, em função da crise do Covid-19, e da qualidade do ensino online oferecido para os alunos do Ensino Médio. Ele lamenta que o MEC não tenha oferecido datas em março ou abril para os candidatos se manifestarem.
 

Impacto reduzido nas matrículas do Ensino Superior de 2021
 

O coordenador de Estudos de Mercado da Hoper, Paulo Presse, considera que mesmo com o adiamento do Enem o impacto sobre as matrículas do Ensino Superior Privado no primeiro semestre de 2021 pode ser minimizado. 
 

Afinal, a pesquisa evidencia que a maioria dos participantes do Enem 2020 já tem o Ensino Médio concluído, e está, portanto, apta para realizar matrícula. E têm sido assim nas edições anteriores.
 

E, dentre os 30% de participantes do Enem, que são concluintes do Ensino Médio em 2020, apenas um terço deles é que entra na universidade logo após a formatura no 3º ano. Na prática, portanto, para o estatístico Paulo Presse, o Ensino Superior Privado pode, sim, ter um calendário de iniciar o primeiro semestre de 2021 em fevereiro, mesmo com uma redução parcial na quantidade de potenciais calouros.
 

Problema no calendário do Sisu, do Fies e do Prouni
 

O maior problema e calendário está mesmo nas Universidades Públicas, onde a maior parte dos alunos ingressa pelo Sistema de Seleção Unificada, o Sisu, onde a nota do Enem é imprescindível. E, também nos programas de inclusão social pela educação mantidos pelo governo federal, no Prouni e no Fies, onde a seleção para o Ensino Superior Privado também é feita pela nota do Enem. 
 

Porém, é possível fazer a seleção com base nas notas das edições anteriores, sendo que para os concluintes de 2020 que só vão obter o Certificado no começo de 2021, estes poderiam ingressar nos programas de incentivo à inclusão no Ensino Superior no calendário do segundo semestre de 2021 das Universidades Públicas e Privadas.
 

Contatos:
Responsabilidade técnica da Pesquisa: Paulo Presse – Coordenador de Estudos de Mercado da Hoper Educação – 45 99957 3650 – paulo@hoper.com.br  www.hoper.com.br 

 

Diretor do Curso Enem Gratuito: prof. João Vianney – 48 98827 8061 vianney@hoper.com.br     www.cursoenemgratuito.com.br 

  • Facebook Clean Grey
  • YouTube Clean Grey
  • Twitter Clean Grey
  • LinkedIn Clean Grey
RSS Feed

+55 45 3026 0100   hoper@hoper.com.br

FOZ DO IGUAÇU

Avenida República Argentina, 3370 - Sala 03 - Jd. Panorama - 85856 578 - Foz do Iguaçu - PR - Brasil

BRASÍLIA

SHN Qd. 01, Bl. "F"- Entrada "A", Conj. "A", Edifício Vision Work & Live - 10º andar - Sala 1003 - 70701-060 - Asa Norte -  Brasília - DF - Brasil (agende seu horário pelo telefone 45 3026.0125)

 

Copyright © 2014 HOPER EDUCAÇÃO. Todos os direitos reservados.

hoper, analize, ssa, sagah, portal, universitario, consultoria, indicadores, solucao, aprendizagem, assessoria, gestao, academica, educacao, educacionais