Voltar
Voltar
Voltar

Informativo Quinzenal

O QUE VALE MAIS: ENSINAR OU APRENDER?

09.02.2015

Cada vez mais as Instituições de Educação investem em inovação implantando a sala de aula invertida, gamificação, aprendizagem ativa e colaborativa, utilização de aplicativos móveis enfim, uma série de mudanças que visam o aumento da aprendizagem dos alunos. Mas nem sempre se alcança o resultado almejado. 

 

As tecnologias estão surgindo em um ritmo cada vez mais acelerado, muitas delas estão sendo incorporadas na sala de aula. Porém, a tecnologia por ela mesma não muda a dinâmica da cultura do ensinar em detrimento da cultura do aprender.

 

Os estudantes, a sociedade e as características do mercado de trabalho estão em transformação constante, porém ainda predomina nas Instituições de Educação uma postura tradicional da homogeneização e uniformização. Professores esperam que os alunos aprendam no mesmo ritmo e da mesma forma. Levando muitas vezes a perda de interesse e sentido dos jovens em aprender. 

 

Em tese não existe metodologia ou tecnologia a prova de uma cultura enraizada. Não adianta mudar a infraestrutura da sala de aula ou inserir tecnologias se professores continuarem a adotar uma postura de fornecedor de conhecimento e os alunos de receptor passivo.  

 

A necessidade de implantar a cultura da aprendizagem torna-se cada vez mais urgente, ou seja, um ensino centrado no aluno, incentivando a autonomia e a postura do eterno aprendiz. A figura dos professores torna-se cada vez mais importante, não mais repetidor de conteúdo, mas como mediador e coparticipante atendendo esta nova realidade de aprendizagem, na interação interdisciplinar, no desenvolvimento de problemas e no estímulo do desenvolvimento das diferentes competências essenciais do Século XXI.  

 

Ao implantar a cultura da aprendizagem, o aluno passa a ser o protagonista do processo, tornando-se ativo e responsável pela busca de informações para atender as necessidades reais de resolver problemas, enfrentar dilemas e tomar decisões. O professor passa a ser um orientador e incentivador da busca pelo conhecimento.

 

 

 

 

MILENA MASCARENHAS

Coordenadora - Soluções de Aprendizagem Hoper

 

 

 

EXPEDIENTE:

Revisão: Caio Polizel e Carla Thomasi - Edição Carla Thomasi – Diagramação: Luana Guillande

 

ATENÇÃO: Não é permitida a reprodução integral do conteúdo acima. A reprodução parcial é permitida apenas na forma de citação e com link para o conteúdo na íntegra.

Plágio é crime (Lei 9610/98).

Please reload

Últimos artigos

Please reload

Cadastre-se para receber nossas newsletters

Leia Mais

Please reload

  • Facebook Clean Grey
  • YouTube Clean Grey
  • Twitter Clean Grey
  • LinkedIn Clean Grey
RSS Feed

+55 45 3026 0100   hoper@hoper.com.br

FOZ DO IGUAÇU

Avenida República Argentina, 3370 - Sala 03 - Jd. Panorama - 85856 578 - Foz do Iguaçu - PR - Brasil

BRASÍLIA

SHN Qd. 01, Bl. "F"- Entrada "A", Conj. "A", Edifício Vision Work & Live - 10º andar - Sala 1003 - 70701-060 - Asa Norte -  Brasília - DF - Brasil (agende seu horário pelo telefone 45 3026.0125)

 

hoper, analize, ssa, sagah, portal, universitario, consultoria, indicadores, solucao, aprendizagem, assessoria, gestao, academica, educacao, educacionais

Copyright © 2014 HOPER EDUCAÇÃO. Todos os direitos reservados.